A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Barra Fria
Leão
Capinzal
...

Itararé-Uruguai, SC - 1965
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
 
C. E. F. São Paulo-Rio Grande (1926-1942)
Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (1942-1975)
RFFSA (1975-1996)
LEÃO (antiga BARRA DO LEÃO)
Município de Campos Novos, SC
linha Itararé-Uruguai - km 814,190 (1936)   SC-0480
    Inauguração: 23.02.1926
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolida)
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Itararé-Uruguai, a linha-tronco da RVPSC, teve a sua construção iniciada em 1896 e o seu primeiro trecho aberto em 1900, entre Piraí do Sul e Rebouças, entroncando-se em Ponta Grossa com a E. F. Paraná. Em 1909 já se entroncava em Itararé, seu quilômetro zero, em São Paulo, com o ramal de Itararé, da Sorocabana. Ao sul, atingiu União da Vitória em 1905 e Marcelino Ramos, no Rio Grande do Sul, divisa com Santa Catarina, em 1910. Trens de passageiros, inclusive o famoso Trem Internacional São Paulo-Montevideo, este entre 1943 e 1954, passaram anos por sua linha. Os últimos trens de passageiros, já trens mistos, passaram na região de Ponta Grossa em 1983. Em 1994, o trecho Itararé-Jaguariaíva foi erradicado. Em 1995, o trecho Engenheiro Gutierrez-Porto União também o foi. O trecho Porto União-Marcelino Ramos somente é utilizado hoje eventualmente por trens turísticos de periodicidade irregular e trens de capina da ALL. O trecho Jaguariaíva-Eng. Gutierrez ainda tem movimento de cargueiros da ALL.
 
HISTÓRICO DA ESTAÇÃO: A estação de Barra do Leão foi inaurada em 1926. Nos anos 1940, teve o nome alterado para Leão. Assim como muitas das demais estações da linha, já foi demolida.

ACIMA: Ponte provisória sobre o rio Leão, em 1911, próxima aonde seria construída 15 anos depois a estação. ABAIXO: Rio do Peixe, junto à barra do rio Leão, em 1911 (Illustração Brasileira, 1/3/1911).
Era uma estação de madeira, cujos alicerces lembravam bastante a de Barra do Pinheiro. A primeira impressão que se tem é a de um cemitério abandonado (Nilson Rodrigues, 01/2004). A antiga

estação deu origem a um bairro com o nome antigo da estação (Barra do Leão) distante 50 km da sede do atual município a qual pertence, Campos Novos. Ali hoje existem águas termais.

TRENS - De acordo com os guias de horários e fontes diversas, trens de passageiros pararam nesta estação de 1926 a 1983. Veja aqui horários em 1948 (Guias Levi).
(Fontes: Nilson Rodrigues; Arthur Wischral; RVPSC: Relatórios oficiais, 1920-60; RVPSC: Horário dos Trens de Passageiros e Cargas, 1936; Guias Levi, 1932-79; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Estação de Barra do Leão, por volta de 1935. Foto Arthur Wischral

Fundações da estação de Leão, em 01/2004. Foto Nilson Rodrigues

Abaixo, à direita do rio do Peixe, a linha próxima à estação de Leão, em 01/2004. Foto Nilson Rodrigues

Fundações da estação de Leão, em 01/2004. Foto Nilson Rodrigues

     
Atualização: 29.08.2010
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.