A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Estações de Minas Gerais
...
RMV - Linha da Barra
...
Baependi
Cruzília
Furnas
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2003
...

 
Rede Sul-Mineira (1910-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1972)
CRUZÍLIA
(antiga FAZENDINHA e ENCRUZILHADA)
Município de Cruzília, MG
Linha da Barra - km 131,536 (1960)   MG-0158
Altitude: 917 m   Inauguração: 31.05.1910
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: O primeiro trecho da linha da Barra foi aberto pela V. F. Sapucaí em 1891. Chegou a Baependi em 1895 e parou. Do outro lado, os trechos entre Santa Rita do Jacutinga e Passa-Três, no Estado do Rio, foram construídos a partir de 1879 pela E. F. Santa Isabel do Rio Preto, a E. F. Pirahyense e a E. F. Santana, depois absorvidas pela Sapucaí. De Santa Rita a Baependi, seguiram da primeira para chegar a Baependi somente em 1910. Apenas nesse ano, então, consolidou-se a linha da Barra, com esse nome por causa de Barra do Piraí. Os trens de passageiros circularam até 1942 entre Barra do Piraí e Passa-Três, terminal da linha no Estado do Rio; até 1961, entre Santa Rita do Jacutinga e Barra do Piraí; até 1970, entre Bom Jardim e Santa Rita; até 1972 entre Soledade e Aiuruoca; e até 1977 entre Aiuruoca e Bom Jardim. Os trilhos de toda a linha já foram retirados.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Cruzília tem o nome do município ao qual atendia, mas o centro da cidade fica a 10 km ao norte, distante da rodovia. A estação foi inaugurada em 1910, com o nome de Fazendinha, que, nesse ano, juntou-se à linha que vinha de Barra do Piraí, constituindo a linha da Barra.

Alguns anos depois - com certeza, após 1914 - a estação passou a ser chamada de Encruzilhada.

Nos anos 1940, teve o nome alterado para Cruzília.

Em 2016, a estação, ainda nazona rural, estaria próxima à atual rodovia BR-467, mas o que sobrou foram apenas três casas, sendo que uma é um antigo laticínio, outra, uma casa mais antiga e uma terceira, mais isolada, teria sido uma escola. Todas à beira do antigo leito ferroviário. A estação em si, que era em madeira, já foi demolida e segundo as informações ficava entre essas construções.


ACIMA: O cachorro posa na plataforma da estação de Cruzilia (Foto Domingos Lollobrigida Jr. - enviada por José Dimas Teixeira - provavelmente anos 1960).

TRENS - De acordo com os guias de horários e outras fontes, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1910 a 1972. Ao lado, um destes trens na estação de Bom Jardim de Minas, nos anos 1970. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em julho de 1960 (Guias Levi).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Domingos Lollobrigida Jr.; José Dimas Teixeira)
     

A estação de Cruzilia, foto Domingos Lollobrigida Jr. - enviada por José Dimas Teixeira - provavelmente anos 1960

A estação de Cruzilia, foto Domingos Lollobrigida Jr. - enviada por José Dimas Teixeira - provavelmente anos 1960

Próximo ao local da estação demolida, a casinha simples e o antigo laticínio, mais atrás. À sua frente, o antigo leito. Foto Ralph M. Giesbrecht, em 17/05/2003
     
     
Atualização: 26.04.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.