A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Estações do Rio de Janeiro
...
RMV - Linha da Barra
...
Desvio Gomes
Ipiabas
Prosperidade
...

...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2008
...
 
E. F. Santa Isabel do Rio Preto (1881-1889)
V. F. Sapucaí (1889-1910)
Rede Sul-Mineira (1910-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1961)
IPIABAS
(antiga PANDIÁ CALOGERAS)
Município de Barra do Piraí, RJ
Linha da Barra - km 350,264 (1960)   RJ-0152
Altitude: 685 m   Inauguração: 20.10.1881
Uso atual: abandonada (2016)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1881
 
 
HISTORICO DA LINHA: O primeiro trecho da linha da Barra foi aberto pela V. F. Sapucaí em 1891. Chegou a Baependi em 1895 e parou. Do outro lado, os trechos entre Santa Rita do Jacutinga e Passa-Três, no Estado do Rio, foram construídos a partir de 1879 pela E. F. Santa Isabel do Rio Preto, a E. F. Pirahyense e a E. F. Santana, depois absorvidas pela Sapucaí. De Santa Rita a Baependi, seguiram da primeira para chegar a Baependi somente em 1910. Apenas nesse ano, então, consolidou-se a linha da Barra, com esse nome por causa de Barra do Piraí. Os trens de passageiros circularam até 1942 entre Barra do Piraí e Passa-Três, terminal da linha no Estado do Rio; até 1961, entre Santa Rita do Jacutinga e Barra do Piraí; até 1970, entre Bom Jardim e Santa Rita; até 1972 entre Soledade e Aiuruoca; e até 1977 entre Aiuruoca e Bom Jardim. Os trilhos de toda a linha já foram retirados.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Ipiabas foi inaugurada em 1881, segundo Cyro Deocleciano Ribeiro Junior, pela E. F. Santa Isabel do Rio Preto. Em 1889, a ferrovia e a estação foram compradas pela E. F. Sapucaí. Nos anos 1920, seu nome foi alterado por curto espaço de tempo para Pandiá Calógeras, retomando então o nome original.

Segundo Paulo Parrilha (2016), o prédio da estação era mais longo, tendo sofrido, provavelmente depois da desativação, uma diminuição em seu tamanho.

A estação, desativada com a linha em 1961, teve problemas com isso: "o distrito de Ipiabas, o mais adiantado do município, será prejudicado, pois ficará sem condução. A única estrada de rodagem que possui está em lamentável estado e sem possibilidades de trânsito em dias de chuva" (Última Hora, de 23/8/1961). "Com um pouco de esforço (e uma boa lupa) dá pra ver que o topônimo Ipiabas foi pintado em cima de Pandiá Calógeras (vide seu resumo histórico no site). Na foto da porta, engalanada para o natal, a data de inauguração da estação, 1881" (Gutierrez L. Coelho, 01/2005). Em 2008 estava sendo utilizado como sede da Polícia Militar. Em 2016 já estava abandonada e com riscos de desabar.

ACIMA: A estação de Ipiabas em 1951 (Autor desconhecido - Cessão Paulo Parrilha). ABAIXO: Casas de turma da antiga ferrovia, Rede Mineira de Viação, situadas atrás da estação de Ipiabas em relação à rodovia, ex-leito da ferrovia (Fotos Ana Maria Giesbrecht, 22/11/2008).

TRENS - De acordo com os guias de horários e outras fontes, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1881 a 1961. Ao lado, um destes trens na estação de Bom Jardim de Minas, nos anos 1970. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em julho de 1960 (Guias Levi).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Ana Maria L. Giesbrecht; Paulo Parrilha; Carlos Latuff; Eliezer Magliano; Gutierrez L. Coelho; Última Hora, 1961; Cyro Deocleciano Ribeiro Junior; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação de Ipiabas, em 2000. Autor desconhecido

A antiga plataforma da estação, em 2003. Foto Carlos Latuff

A estação em 2004. Foto Eliezer Magliano

A estação em 2004. Foto Eliezer Magliano

Ao lado e acima, a estação enfeitada para o Natal de 2004. Reparar sobre a porta a data: 1881. Fotos Gutierrez L. Coelho em 27/10/2004.

A estação em 22/11/2008. Foto Ana Maria Linhares Giesbrecht

A estação em 10/12/2015. Foto Paulo Parrilha
 
     
Atualização: 21.12.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.