A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Maquinista Scalabrini
Alto da União
Ijuí
...
... Mapa da linha - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
V. F. Rio Grande do Sul (1930-1975)
RFFSA (1975-1996)
ALTO DA UNIÃO
Município de Ijuí, RS
Ramal de Santo Ângelo - km 414,181 (1960)   RS-4425
Altitude: 412 m   Inauguração: 29.12.1930
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Santo Ângelo foi construído pelo Batalhão Ferroviário, e, embora aprovado desde 1895, somente em 1911 foi entregue seu primeiro trecho ligando Cruz Alta, na linha Marcelino Ramos-Santa Maria a Ijuí. Em 1915 chegou a Catuípe, depois a Santo Ângelo (1921), a Giruá (1928) e somente em 1940 atingiu sua extensão máxima, em Santa Rosa. Era chamado de "Ramal de Ouro" por causa da grande quantidade de mercadorias que transportava. Trens de passageiros trafegaram pelo ramal certamente até os anos 1980, e o ramal está concessionado à ALL.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Alto da União foi inaugurada em 1930, segundo Ariosto Borges Fortes. É possível que no local já existisse antes uma parada, a "paradinha", desde 1926, segundo Nillo Grenzel. Sua implantação foi necessária para desafogar a estação de Ijuí na época.

"A colônia de Ijuí foi fundada em 30 de maio de 1890 pelo engenheiro José Manoel da Siqueira Couto. Recebeu, em 19 de outubro do mesmo ano, a primeira leva de imigrantes europeus, encaminhados pelo Serviço de Terras e Colonização. (...) O despovoamento e a discórdia começaram a afetar a colônia recém-criada 'pois surgiu nesse meio tempo um novo flagelo, pior que todos os outros: a discórdia. Discórdia aberta, provocada em parte pela mais triste situação econômica que criava nervosismo e desarmonia em toda a colônia'. As lideranças políticas do município de Ijuí, mesmo sendo republicanas, procuraram não se envolver diretamente na Revolução, mesmo assim, pendengas e rixas entre chimangos e maragatos foram constantes. Estudos demonstram que, por volta de 1909, estas divergências se acentuaram fazendo com que Augusto Pestana, líder político da colônia, convocasse os lados envolvidos para uma reunião, que se realizou à sombra de duas frondosas figueiras que existiam no alto da Coxilha Sudeste da Vila Ijuhy. Nesta ocasião, Pestana conclamou a todos para a união, para o desenvolvimento e progresso da região. Em 1917, o intendente Antônio Soares de Barros, recordando da reunião realizada no alto da coxilha, batizou o lugar com o nome de 'Alto da União" (http://br.monografias.com /trabalhos915/capital-social-padroes).

Já foi demolida.


ACIMA: Segundo marcação existente (em vermelho) no Google Maps, o bairro de Alto da União, no qual nunca estive, é aqui; a linha parece estar cruzando o bairro no centro da fotografia. Não consigo ver, pelo menos nesse ponto, qualquer construção que possa ter sido a estação ou parada (Google Maps, entrada em 16/12/2010).

(Fontes: Vitor Hugo Langaro; Nillo Grenzel; http://br.monografias.com; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-1981; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação, possivelmente nos anos 1980. Acervo Nillo Grenzel

A plataforma da estação, o que restou em 17/1/2015. Foto Vitor Hugo Langaro
 
     
     
Atualização: 14.05.2020
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.