A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Dilermando de Aguiar
Chagas
São Lucas
...

Mapa da linha - 1940
...
 
 
V. F. Rio Grande do Sul (1921-1975)
RFFSA (1975-1996)
CHAGAS
(antiga BENTO GONÇALVES)
Município de Dilermando de Aguiar, RS
Linha Porto Alegre-Uruguaiana - km 572,210 (1960)   RS-3290
  Inauguração: 15.10.1921
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Porto Alegre-Uruguaiana foi aberta como empresa federal em 1883, ligando Santo Amaro (Amarópolis) a Cachoeira (Cachoeira do Sul). Para se ir de Santo Amaro a Porto Alegre utilizava-se a navegação fluvial no rio Jacuí. Em 1898 foi encampada pela Cie. Auxilaire, empresa belga, e em 1905 passou a ser a linha-tronco da VFRGS, ainda administrada pelos belgas. Em 1907, os trilhos atingiram finalmente Uruguaiana, na fronteira com a Argentina. Somente em 1911, a construção da linha Santo Amaro-Barreto-Montenegro possibilitou a ligação da longa linha com a Capital, utilizando-se parte da antiga linha Porto Alegre-Novo Hamburgo. Em 1920, a linha tornou-se estatal novamente. Em 1957 foi encampada pela RFFSA. Durante os seus anos de operação foram construídasalgumas variantes, para encurtar tempos e distâncias, eliminando algumas estações de sua linha original. Em 1938, a variante Diretor-Pestana-Barreto diminuiu a linha em 50 km. Em 2 de fevereiro de 1996, deixaram de rodar os trens de passageiros pela linha, que, hoje transporta os trens cargueiros da concessionária ALL desde esse mesmo ano.
 
A ESTAÇÃO: A parada de Bento Gonçalves foi inaugurada em 1921. Pouco durou este nome: em 28/08/1922, seu nome foi alterado para Chagas. Servia à estância do dr. Fernando Chagas Carvalho e tinha à sua volta um povoado, que parece hoje (2006) não mais existir. Os trens de passageiros deixaram de passar ali em 02/02/1996. Hoje sobrem restos da plataforma, desvios sem ligação com a linha principal e um poço. "A parada Chagas fica num lugar muito isolado e segundo os antigos era um belo prédio. Onde vemos (nas fotos abaixo) aqueles desvios enferrujados era onde havia a caixa d'água, parada obrigatória para os trens que seguiam para Uruguaiana" (Daniel Taschetto, 11/2005). (Fontes: Gazeta Mercantil, edição de 1996; Guias Levi, 1940-1981; Daniel Taschetto, 11/2005; VFRGS, suas estações e paradas, Eng. Ariosto Borges Fortes, 1962; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960)
     

Desolação onde era a Parada Chagas. Foto Daniel Taschetto

Desolação onde era a Parada Chagas. Foto Daniel Taschetto

Desolação onde era a Parada Chagas. Foto Daniel Taschetto

Desolação onde era a Parada Chagas. Foto Daniel Taschetto
   
     
Atualização: 30.09.2006
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.