A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
(até 1962):
Barreto
General Câmara
Otacílio Pereira
...
Linha Barreto-General Câmara (1962-c.1980):
Argemiro Dornelles
General Câmara
...
Mapa da linha - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
Cie. Auxiliaire des Chemins de Fer au Brésil (1911-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1975)
RFFSA (1975-1996)
GENERAL CÂMARA
(antiga LIGAÇÃO e MARGEM DO TAQUARI)
Município de General Câmara, RS
Linha Porto Alegre-Uruguaiana - km 82 (1970)   RS-2804
Altitude: -   Inauguração: 20.01.1911
Uso atual: fechada (2016)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1883
 
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Porto Alegre-Uruguaiana foi aberta como empresa federal em 1883, ligando Santo Amaro (Amarópolis) a Cachoeira (Cachoeira do Sul). Para se ir de Santo Amaro a Porto Alegre utilizava-se a navegação fluvial no rio Jacuí. Em 1898 foi encampada pela Cie. Auxilaire, empresa belga, e em 1905 passou a ser a linha-tronco da VFRGS, ainda administrada pelos belgas. Em 1907, os trilhos atingiram finalmente Uruguaiana, na fronteira com a Argentina. Somente em 1911, a construção da linha Santo Amaro-Barreto-Montenegro possibilitou a ligação da longa linha com a Capital, utilizando-se parte da antiga linha Porto Alegre-Novo Hamburgo. Em 1920, a linha tornou-se estatal novamente. Em 1957 foi encampada pela RFFSA. Durante os seus anos de operação foram construídas algumas variantes, para encurtar tempos e distâncias, eliminando algumas estações de sua linha original. Em 1938, a variante Diretor-Pestana-Barreto diminuiu a linha em 50 km. Em 2 de fevereiro de 1996, deixaram de rodar os trens de passageiros pela linha, que, hoje transporta os trens cargueiros da concessionária ALL desde esse mesmo ano.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Ligação foi inaugurada em 1911, no dia em que se abriu finalmente a ligação entre a linha Porto Alegre-Uruguaiana e a estação de Porto Alegre, através da linha que atingia a estação de Montenegro, na antiga linha Porto Alegre-Novo Hamburgo. Acabavam aí as ligações por via fluvial no rio Jacuí.

Logo a estação mudou seu nome para Margem do Taquari, e em 1939, para General Câmara, exatamente no ano em que a cidade, que já era maior que a sede (Santo Amaro) já havia muito tempo, passava a ser ela a sede (Mais tarde Santo Amaro, com o nome de Amarópolis e a estação junto, foi desmembrado).

Originalmente, antes de existir a estação, as oficinas da E. F. P. A. U. ficavam em Margem do Taquari. A linha chegava até ali, vinda de Santo Amaro, para servir às oficinas (mais tarde o Arsenal de Guerra) e, claro, aos passageiros que se destinavam a Porto Alegre pelo porto de Margem do Taquari - aparentemente não existia ali uma estação propriamente dita, e a estação, mesmo, ficava na sede do município - Santo Amaro.

Em 1902, foram transferidos para Santa Maria e os prédios ficaram ali, sem maior uso, quando, em 1939, passaram a servir como Arsenal de Guerra do Estado, vindos de Porto Alegre. Isso aumentou a importância do distrito (de Santo Amaro), e acabou por logo em seguida mudar a sede do município para ali, permanecendo Santo Amaro (depois Amarópolis) como um distrito apenas.

A estação ficava a cerca de 1 km do Arsenal, porém, um mapa de 1956 mostra um ramal bem maior, da estação até a "Margem do Rio Taquari" com cerca de 11 km, para uso do Arsenal. Pode ter servido esse ramal também para, até 1938, quando a ida de trem para Porto Alegre ainda dava uma volta imensa por Montenegro e São Leopoldo, os passageiros que vinham para General Câmara provenientes do interior ou de São Paulo tomarem o vapor para a capital, menos demorado que o trajeto ferroviário.

A abertura da variante Barreto-Ramiz Galvão, em 1962, eliminou esta estação da linha principal, mas, de Barreto até ela, mantiveram-se os trilhos de forma que, pelo menos até 1982, havia um trem de passageiros que saía de Porto Alegre especialmente para essa estação, uma vez ao dia. Isso pode ser explicado provavelmente pela importância do Arsenal.

Nele havia um museu, desativado em 1975, que mostrava os utensílios utilizados na construção da linha. O material foi dispersado e parece ter se perdido. Mais tarde, os trilhos do ramal foram retirados. O Arsenal parece estar sendo atualmente desativado. Segundo Marcus Anversa, o conhecido dublador Eleu Salvador (Sr. Sulu de Jornada nas Estrelas e o cientista maluco do De Volta para o Futuro), era natural do município e costumava ajudar os passageiros a carregar as bagagens, sendo um dos primeiros a se inteirar das novidades lendo os jornais provenientes da capital gaúcha. Até 2008 a estação foi utilizada pela Brigada Militar e pela Polícia Civil. Em 2016 todas as instalações do pátio e do Exército estavam fechadas.

ACIMA: Em cartão postal datado de 1924, o atracadouro de Margem do Taquari (Cartão postal).

AO LADO: O Ministro da Guerra pede em 1906 as instalações de Margem do Taquari para a ferrovia, já que ela será desativada. Tal cessão ocorreria em 1939 (O Estado de S. Paulo, 3/11/1906).
(Fontes: Marcus Anversa; IPHAE: Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, 2002;
http://eusabiaetusabias.blogspot.com.br/2012/12/general-camara.html; Guias Levi, 1940-81; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação,
c. 2000. Foto do livro Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, p. 228

A estação em 2012.
http://eusabiaetusabias.
blogspot.com.br/2012
/12/general-camara.html
 
     
     
Atualização: 12.02.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.