A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Rubião Júnior - tronco EFS
Toledo
Igualdade
...

ramal de Bauru-1935

IGGSP-1928
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2004
...
 
Cia. União Sorocabana e Ytuana (1897-1907)
Sorocabana Railway (1907-1919)
E. F. Sorocabana (1919-1971)
FEPASA (1971-1998)
TOLEDO
Município de São Manuel, SP
Ramal de Bauru - km 328,513 (1924); km 316,630 (1934); km 288,354 (1960) (*)   SP-1057
Altitude: 822 m   Inauguração: 05.03.1897
Uso atual: moradia (2009)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1923
(*) As quilometragens foram alteradas em 1928, devido às retificações feitas entre São Paulo e Iperó neste ano e em 1953, (**) devido às retificações feitas entre Conchas e Manduri neste ano.
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Bauru teve origem na linha da Cia. Ituana (ramal de São Manuel) que saía de Porto Martins, no rio Tietê, que recebia os barcos da navegação fluvial da ferrovia, e chegava até São Manuel, em 1888. Quando a Ituana foi fundida com a Sorocabana para formar a CUSY, esta alterou radicalmente o ramal de São Manuel, usando parte dela para fazer uma linha que ligava a estação de Capão Bonito (mais tarde Rubião Júnior), logo após Botucatu, visando chegar à nascente e próspera cidade de Bauru. Outra parte se tornou o curto ramal de Porto Martins-Araquá. A linha chegou a Bauru em 1905. O agora ramal de Bauru sobreviveu até hoje, com algumas retificações feitas nos anos 60, unindo as linhas da Paulista, da Noroeste e a linha-tronco da Sorocabana. Em 1976, o trem de passageiros foi suprimido na linha, mas os trens de carga mantém-na ativa até hoje.
 
ANO Total de passageiros embarcados
1906  
1917  
1918  
1922 6.682
1934 6.054
1942 3.945
1943 4.350
1944 4.668
1945 4.413
1951 6.484
A ESTAÇÃO: A estação de Toledo foi inaugurada em 1897, como um prédio provisório, "construído com trilhos e tábuas", de acordo com o relatório da Cia. União Sorocabana e Ytuana desse ano (há literaturas, entretanto, que apontam o ano de 1896 como sendo o da sua inauguração).

Em 1912, o relatório do Governo sobre a E. F. Sorocabana, Informações da Commissão Fiscal, São Paulo, 1920, informava que "os edifícios das estações de Egualdade, Toledo e outras, construídos de táboas, necessitavam, nesse anno (1912), de reforma completa". O mesmo relatório citava que "ainda não executaram, até hoje (1920), diversas obras incluídas no orçamento geral para 1914, como sejam os edifícios para as estações de Toledo e Oliveira Coutinho, que ainda figuram entre as obras a serem feitas em 1918".

Somente em 1923, quando a Sorocabana Railway já não tinha mais a concessão de operar a E. F. Sorocabana desde 1919, foi construído um prédio novo para a estação.

Em 2001, a estação, já fechada e em mau estado, estava habitada por pessoas estranhas à ferrovia; o telhado da cobertura da plataforma já não existia. Vagões apodreciam nos desvios que ainda existiam, alguns aparentemente servindo de moradia, e, segundo um morador, "devem ser levados para desmanche". Toledo está a cerca de sete quilômetros a oeste da via Marechal Rondon, por asfalto e terra, e em sua volta existem ainda as poucas casas remanescentes da vila ferroviária.

Em junho de 2004, Toledo tinha vários vagões abandonados e queimados da manutenção da rede aérea. A estação servia de moradia em 2009 e de cruzamento para trens curtos. "Encontrei um casal de velhinhos morando na estação, que gentilmente me permitiu que fotografasse o prédio. No pequeno bairro, nem uma alma. Um enorme silêncio, quebrado às vezes pelo canto de um Bem-te-vi" (Adriano Martins, 28/12/2009).

ACIMA: Casas da vila de Toledo, incluindo o armazém da ferrovia, hoje abandonado. A casa de portas e janelas azul claras são a antiga "Venda Santo Antonio, de Ermelindo Marchetto, estabelecida em 17 de junho de 1945, conforme disposto em placa no local (CLIQUE SOBRE AS FOTOS PARA VÊ-LAS EM TAMANHO MAIOR) (Fotos Leandro Gouveia em março de 2011). ABAIXO: Mapa do ramal de Bauru até Toledo - anos 1940 (Arquivo Publico do Estado de S. Paulo, 1949).
AO LADO: Bilheteria da antiga estação de Toledo (Foto Adriano Martins em 27/12/2009).

TRENS - De acordo com os guias de horários, os trens de passageiros pararam nesta estação entre 1897 e 1976. Ao lado, um destes trens está parado na plataforma da estação de Agudos, em 1927. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em 1958 (Guias Levi).


(Fontes: Ralph Giesbrecht, pesquisa local; José Henrique Bellorio; Adriano Martins; Leandro Gouveia; Arquivo Publico do Estado de S. Paulo, 1949; .E. F. Sorocabana: Informações da Commissão Fiscal, São Paulo, 1920; E. F. Sorocabana: relatórios oficiais, 1875-1969; IGGSP, 1928; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação (9/10/1999). Foto Ralph M. Giesbrecht

Plataforma e placa da estação (9/10/1999). Foto Ralph M. Giesbrecht

Vagões abandonados funcionando como moradias nos desvios da estação (9/10/1999). Foto Ralph M. Giesbrecht

Toledo em 16/03/2001. Foto José H. Bellorio

Toledo em 16/03/2001. Foto José H. Bellorio

A estação em 12/2009. Foto Adriano Martins
     
Atualização: 12.11.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.