A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Gramacho
São Bento
Campos Elísios
...
Saída para a ligação São Bento-Ambaí: Ambaí
...

...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Leopoldina (1888-1975)
RFFSA (1975-1996)
SÃO BENTO
Município de Duque de Caxias, RJ
Linha do Norte - km 25,750 (1960)   RJ-4212
    Inauguração: 1.11.1888
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha que unia o centro do Rio de Janeiro a Petrópolis e Três Rios foi construída por empresas diferentes em tempos diferentes. Uma pequena parte dela é a mais antiga do Brasil, construída pelo Barão de Mauá em 1854 e que unia o porto de Mauá (Guia de Pacobaíba) à estação de Raiz da Serra (Vila Inhomerim). O trecho entre esta última e a estação de Piabetá foi incorporada pela E. F. Príncipe do Grão Pará, que construiu o prolongamento até Petrópolis e Areal entre os anos de 1883 e 1886. Finalmente a estação de Areal foi unida à de Três Rios em 1900, já pela Leopoldina. Finalmente, o trecho entre o a estação de São Francisco Xavier, na Central do Brasil, e Piabetá foi entregue entre 1886 e 1888 pela chamada E. F. Norte, que neste último ano foi comprada pela R. J. Northern Railway. Finalmente, em 1890, a linha toda passou para o controle da Leopoldina. Em 1926 a linha foi estendida finalmente até a estação de Barão de Mauá, aberta nesse ano, eliminando-se a baldeação em São Francisco Xavier. O trecho entre Vila Inhomerim e Três Rios foi suprimido em 5 de novembro de 1964. Segue operando para trens metropolitanos todo o trecho entre o centro do Rio de Janeiro e Vila Inhomerim.
 
A ESTAÇÃO: A estação de São Bento era uma parada, sem data de inauguração conhecida por mim. Já existia em 1960. A partir de 1968, dessa estação partiu, de 1968 até 1988, quando foi desativada, a ligação Ambaí-Campos Elísios, ou Ambaí-São Bento, que servia para unir a linha do Norte da Leopoldina à Auxiliar, de forma a melhorar o desempenho dos trens da Leopoldina para Minas que, nessa época, se utilizavam da linha Auxiliar visto o

ACIMA: O início da ligação São Bento-Ambaí, em São Bento, pequena estação que aparece ao fundo, à esquerda da linha, junto ao triângulo de linhas que permitiam essa ligação (ver mapas abaixo). A fotografia foi tirada no sentido Gramacho (Foto João Bosco Setti, A Formação das Estradas de Ferro no Rio de Janeiro, de Hélio Suevo Rodrigues, Memória do Trem, 2004, p. 141).

ACIMA: Mapa do entroncamento Linha do Norte-Linha São Bento-Ambaí, anos 1970 (A Formação das Estradas de Ferro no Rio de Janeiro, de Hélio Suevo Rodrigues, Memória do Trem, 2004, p. 141). ABAIXO: Mapa de uns 30 anos mais tarde, de guia de ruas da região, mostrando os mesmos locais. A liha para oeste, que era a ligação, porém não existe mais, tendo sido erradicada (Cortesia Anderson).
fechamento da linha para Petrópolis a partir de Vila Inhomerim em 1965. A ligação, apesar de resolver os problemas, acabou sendo abandonada com a queda no movimento de cargas e mesmo de passageiros. Tinha problemas também de construção devido ao solo com baixa resistência que constantemente causava queda de aterros. A linha foi retirada e o leito invadido. A estação foi demolida, nem a plataforma sobrou, pois nem como estação de trens metropolitanos ele foi utilizada. A estação de São Bento passou a ser parada também de trens de subúrbio a partir de 1935, quando o trajeto destes trens foi esticado de Duque de Caxias até Raiz da Serra (Vila Inhomerim), mais precisamente em 21 de abril desse ano, de acordo com o jornal A Noite do dia seguinte.
(Fontes: Anderson __; A Noite, 1935; Hélio Suevo Rodrigues: A Formação das Estradas de Ferro no Rio de Janeiro, Memória do Trem, 2004; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960).
     
Ao lado, estação de São Bento (Foto João Bosco Setti, A Formação das Estradas de Ferro no Rio de Janeiro, de Hélio Suevo Rodrigues, Memória do Trem, 2004, p. 141).
 
     
Atualização: 15.12.2014
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.