A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Rodolfo Paixão
Amoroso Costa
Uberaba (1889-1948)
Uberaba-segunda estação (1948-1962)
Uberaba-nova (1962-2005)
...
Saída para a Variante Entroncamento-Amoroso Costa: Babaçu
...
Saída para o ramal Ibiá-Uberaba: Batuíra
...

IBGE-1957
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1930-1971)
FEPASA (1971-1980)
AMOROSO COSTA
(antiga POSTO OESTE)
Município de Uberaba, MG
Linha do Catalão - km 601,684 (1938)
  MG-2527
Variante Entroncamento-Amoroso Costa - km 589,741 (1986)   Inauguração: 01.06.1930
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolida)
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha do Catalão foi construída entre 1888 e 1889 até Uberaba, tendo chegado em 1895 a Uberabinha (Uberlândia) e 1896 a Araguari. Continuação da linha do Rio Grande a partir da estação de Jaguara, às margens do rio Grande e já em território mineiro, a idéia da Mogiana era alcançar Catalão, em Goiás (daí o nome) e dali seguir para Belém do Pará, coisa que nunca aconteceu. Na verdade, a E. F. de Goiás acabou por construir esse trecho, chegando até Goiânia e Brasília. Em 1915, o ramal de Igarapava foi prolongado para além de Igarapava de forma a alcançar a linha do Catalão um pouco antes de Uberaba, em Rodolfo Paixão. A nova linha provou ser mais econômica do que o trecho da linha do Catalão entre o rio Grande e Uberaba, trecho este que foi abandonado definitivamente em 1976, depois de ser separado da linha do Rio Grande em 1970 por causa da construção da represa de Jaguara. O trecho a partir de Uberaba foi, então, incorporado ao ramal de Igarapava e, em 1979, totalmente retificado a partir de Ribeirão Preto até Araguari. Trens de passageiros percorreram o trecho até 1979 e depois o trecho retificado até 1997, quando foram suprimidos, já pela Fepasa.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi aberta como Posto Oeste, em 1930, segundo os relatórios oficiais da Cia. Mogiana. (NOTA: Segundo o Arquivo Público de Uberaba, o nome original da estação era Triângulo; já segundo as reportagem da Folha da Manhã, de 29/3/1930 e de 12 de junho do mesmo ano - ver abaixo - o nome deveria ser Ministro Konder).

Em 1932, já se chamava Amoroso Costa, nome de um filósofo brasileiro (1885-1928).

Muito
próxima à estação de Rodolfo Paixão (menos de três quilômetros), tinha a função de servir de entroncamento para a linha do Catalão e a linha da Rede Mineira de Viação. Isto acabou por desativar a estação de Rodolfo Paixão, entroncamento da linha do Catalão e do ramal de Igarapava, ambos da Mogiana; antes de 1940, esta estação já estava desativada.

Com a construção da variante Entroncamento-Amoroso Costa, entregue em 1979,
passou a fazer parte dessa variante, já que o trecho do ramal de Catalão entre Uberaba e Jaguara já era definitivo. Segundo Paulo Cury, a estação de Amoroso Costa já havia sido demolida na época da entrega da variante que levava o seu nome. Ainda segundo o Arquivo Público de Uberaba, a estação era de madeira, tinha duas plataformas - uma para cada ferrovia (Mogiana e RMV) - e foi demolida "depois de 1971". Em volta dela formou-se o bairro do mesmo nome, hoje zona urbana de Uberaba. "Em Amoroso Costa tinha uma lagoa muito bonita. Sempre que possível íamos nadar por lá. Hoje Amoroso Costa é um bairro de Uberaba e totalmente descaracterizado do que foi tempos atrás" (Sergio Scussel, 10/2004).

Da estação não sobre mais absolutamente nada: "onde existia a estação e sua plataforma não tem mais nada e ela ficava na esquina de duas ruas, Mario R. Cação e Helena Manzan Rodrigues, onde hoje é entrada de um conjunto habitacional de nome "Tita Resende". A plataforma da estação Amoroso Costa foi retirada no ano de 1991 por alguns tratores. O prédio era realmente de madeira e, entre o piso do antigo armazém e ela, existia um curral também da Mogiana onde embarcavam gado em vagões-gaiolas" (Marcelo Nomellini, 30/8/2011). Não há resquício algum da estação, plataforma, nada, apenas um loteamento residencial.






AO LADO: Reportagem de jornal paulista anuncia a abertura da estação no final de março de 1930 (Folha da Manhã, 29/3/1930). ACIMA: Algo deve ter acontecido - o mesmo jornal anuncia a inauguração da estação no início de junho do mesmo ano - pouco mais de dois meses depois da notícia anterior. Note que o nome "Ministro Konder/' ainda prevalece e não se fala nem em Triângulo, nem em Posto Oeste (Folha da Manhã, 12/6/1930).
(Fontes: Demilton Dib; Rodrigo José Matos; Marcelo Nomellini; Paulo Cury; Domingos Tiveron Filho; Sergio Scussel; Folha da Manhã, 1930; Arquivo Público de Uberaba; Cia. Mogiana: relatórios, 1890-1969; IBGE, 1957)
     

Estação de Amoroso Costa, sem data. Foto Demilton Dib
 
     
     
Atualização: 06.08.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.