A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Rodolfo Paixão
Amoroso Costa
Uberaba (1889-1948)
Uberaba-segunda estação (1948-1962)
Uberaba-nova (1962-2005)
...
Saída para a Variante Entroncamento-Amoroso Costa: Babaçu
...
Saída para o ramal Ibiá-Uberaba: Batuíra
...

IBGE-1957
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1930-1971)
FEPASA (1971-1980)
AMOROSO COSTA
(antiga POSTO OESTE)
Município de Uberaba, MG
Linha do Catalão - km 601,684 (1938)
  MG-2527
Variante Entroncamento-Amoroso Costa - km 589,741 (1986)   Inauguração: 01.06.1930
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolida)
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha do Catalão foi construída entre 1888 e 1889 até Uberaba, tendo chegado em 1895 a Uberabinha (Uberlândia) e 1896 a Araguari. Continuação da linha do Rio Grande a partir da estação de Jaguara, às margens do rio Grande e já em território mineiro, a idéia da Mogiana era alcançar Catalão, em Goiás (daí o nome) e dali seguir para Belém do Pará, coisa que nunca aconteceu. Na verdade, a E. F. de Goiás acabou por construir esse trecho, chegando até Goiânia e Brasília. Em 1915, o ramal de Igarapava foi prolongado para além de Igarapava de forma a alcançar a linha do Catalão um pouco antes de Uberaba, em Rodolfo Paixão. A nova linha provou ser mais econômica do que o trecho da linha do Catalão entre o rio Grande e Uberaba, trecho este que foi abandonado definitivamente em 1976, depois de ser separado da linha do Rio Grande em 1970 por causa da construção da represa de Jaguara. O trecho a partir de Uberaba foi, então, incorporado ao ramal de Igarapava e, em 1979, totalmente retificado a partir de Ribeirão Preto até Araguari. Trens de passageiros percorreram o trecho até 1979 e depois o trecho retificado até 1997, quando foram suprimidos, já pela Fepasa.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi aberta como Posto Oeste, em 1930, segundo os relatórios oficiais da Cia. Mogiana. (NOTA: Segundo o Arquivo Público de Uberaba, o nome original da estação era Triângulo; já segundo as reportagem da Folha da Manhã, de 29/3/1930 e de 12 de junho do mesmo ano - ver abaixo - o nome deveria ser Ministro Konder).

Anteriormente à sua inauguração, o local se chamava estação do Alto da Boa Vista, um local de entrocamento mas sem prédio ou facilidade alguma (veja caixa abaixo).

Em 1932, já se chamava Amoroso Costa, nome de um filósofo brasileiro (1885-1928).

Em abril de 1937 (ou 1938, não ficou claro) iniciou-se nesta estação o tráfego recíproco de veículos com a E. F. Oeste de Minas (na época, esta já era parte da RMV).

Muito
próxima à estação de Rodolfo Paixão (menos de três quilômetros), a estação de Amoroso Costa tinha a função de servir de entroncamento para a linha do Catalão e a linha da Rede Mineira de Viação. Isto acabou por desativar a estação de Rodolfo Paixão, entroncamento da linha do Catalão e do ramal de Igarapava, ambos da Mogiana; antes de 1940, esta estação já estava desativada.

Com a construção da variante Entroncamento-Amoroso Costa, entregue em 1979,
passou a fazer parte dessa variante, já que o trecho do ramal de Catalão entre Uberaba e Jaguara já era definitivo. Segundo Paulo Cury, a estação de Amoroso Costa já havia sido demolida na época da entrega da variante que levava o seu nome. Ainda segundo o Arquivo Público de Uberaba, a estação era de madeira, tinha duas plataformas - uma para cada ferrovia (Mogiana e RMV) - e foi demolida "depois de 1971". Em volta dela formou-se o bairro do mesmo nome, hoje zona urbana de Uberaba. "Em Amoroso Costa tinha uma lagoa muito bonita. Sempre que possível íamos nadar por lá. Hoje Amoroso Costa é um bairro de Uberaba e totalmente descaracterizado do que foi tempos atrás" (Sergio Scussel, 10/2004).

Da estação não sobre mais absolutamente nada: "onde existia a estação e sua plataforma não há mais nada e ela ficava na esquina de duas ruas, Mario R. Cação e Helena Manzan Rodrigues, onde hoje é entrada de um conjunto habitacional de nome "Tita Resende". A plataforma da estação Amoroso Costa foi retirada no ano de 1991 por alguns tratores. O prédio era realmente de madeira e, entre o piso do antigo armazém e ela, existia um curral também da Mogiana onde embarcavam gado em vagões-gaiolas" (Marcelo Nomellini, 30/8/2011). Não há resquício algum da estação, plataforma, nada, apenas um loteamento residencial.

1927
AO LADO:
Antes da estação, apenas um local chamado de Alto da Boa Vista (O Estado de S. Paulo, 17/4/1927)





1930
AO LADO: Reportagem de jornal paulista anuncia a abertura da estação no final de março de 1930 (Folha da Manhã, 29/3/1930). ACIMA: Algo deve ter acontecido - o mesmo jornal anuncia a inauguração da estação no início de junho do mesmo ano - pouco mais de dois meses depois da notícia anterior. Note que o nome "Ministro Konder/' ainda prevalece e não se fala nem em Triângulo, nem em Posto Oeste (Folha da Manhã, 12/6/1930).
(Fontes: Demilton Dib; Rodrigo José Matos; Marcelo Nomellini; Paulo Cury; Domingos Tiveron Filho; Sergio Scussel; Folha da Manhã, 1930; Arquivo Público de Uberaba; Cia. Mogiana: relatórios, 1890-1969; IBGE, 1957)
     

Estação de Amoroso Costa, sem data. Foto Demilton Dib
 
     
     
Atualização: 17.05.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.