A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Estações do Rio de Janeiro
...
RMV - Linha da Barra
...
Santa Rita do Jacutinga
Santa Isabel do Rio Preto
Leite de Souza
...

...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2012
...

 
V. F. Sapucaí (1893-1910)
Rede Sul-Mineira (1910-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1961)
SANTA ISABEL DO RIO PRETO (antiga JOAQUIM MATOSO)
Município de Valença, RJ
Linha da Barra - km 330,571 (1960)   RJ-0150
Altitude: 541 m   Inauguração: 15.04.1893
Uso atual: estação rodoviária, posto policial e bar (2012)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O primeiro trecho da linha da Barra foi aberto pela V. F. Sapucaí em 1891. Chegou a Baependi em 1895 e parou. Do outro lado, os trechos entre Santa Rita do Jacutinga e Passa-Três, no Estado do Rio, foram construídos a partir de 1879 pela E. F. Santa Isabel do Rio Preto, a E. F. Pirahyense e a E. F. Santana, depois absorvidas pela Sapucaí. De Santa Rita a Baependi, seguiram da primeira para chegar a Baependi somente em 1910. Apenas nesse ano, então, consolidou-se a linha da Barra, com esse nome por causa de Barra do Piraí. Os trens de passageiros circularam até 1942 entre Barra do Piraí e Passa-Três, terminal da linha no Estado do Rio; até 1961, entre Santa Rita do Jacutinga e Barra do Piraí; até 1970, entre Bom Jardim e Santa Rita; até 1972 entre Soledade e Aiuruoca; e até 1977 entre Aiuruoca e Bom Jardim. Os trilhos de toda a linha já foram retirados.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Santa Isabel do Rio Preto teria sido inaugurada em 1893 já pela V. F. Sapucaí.

Nos anos 1930 (pelo menos) teve seu nome alterado para Joaquim Matoso. Em 1934, este nome foi dado para a estação de Residência e, como consequencia, seu nome voltou a ser o original.

A estação ainda estava de pé em 2012, depois de desativada com a linha em 1961.

O prédio servia em 2012 como posto policial e estação rodoviária. Está tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal.

1934
AO LADO: Mudança de nome da estação, de Joaquim Matoso para Santa Izabel do Rio Preto (O Estado de S. Paulo, 29/9/1934).


ACIMA: A estação em maio de 2008, tendo agora à sua frente um guindaste ferroviário fabricado pela Crafton and Co. Engineers, de Bedford, Inglaterra (Foto Thör Carvalho, maio de 2008).

TRENS - De acordo com os guias de horários e outras fontes, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1893 a 1961. Ao lado, um destes trens na estação de Bom Jardim de Minas, nos anos 1970. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em julho de 1960 (Guias Levi).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Luiz Antonio Mathias Neto; Thör Carvalho; Frederico Guilherme Derschum; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 1996. Foto Luiz Antonio Mathias Neto, de Niterói, RJ

A estação em julho de 2012. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em julho de 2012. Foto Jorge A. Ferreira
     
     
Atualização: 07.07.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.