A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Porto Alegre-nova
Navegantes
...
Mapa das linhas em 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2003
...
 
V. F. Rio Grande do Sul (1970-1975)
RFFSA (1975-1983)
PORTO ALEGRE-NOVA
Município de Porto Alegre, RS
Linha Porto Alegre-Uruguaiana - km 0
Linha de Caxias - km 0
  RS-0225
Altitude: -   Inauguração: 14.04.1970
Uso atual: em pé; uso atual desconhecido   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1970
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Porto Alegre-Caxias foi aberta no trecho entre a Capital e São Leopoldo em 1874, como a primeira ferrovia do Estado. Em 1876 foi prolongada até a estação de Novo Hamburgo. Em 1905, a Cie. Auxiliaire assumiu a linha. Apenas em 1909 a linha teve continuação, partindo de Rio dos Sinos, 7 km antes de Novo Hamburgo e chegando até Carlos Barbosa, e, no ano seguinte, até Caxias (Caxias do Sul). Em 1920 a linha foi assumida pela VFRGS. Foi desativada nos anos 1980; o trecho até São Leopoldo foi retificado e serve hoje ao sistema Trensurb da Grande Porto Alegre (trens metropolitanos); entre Rio dos Sinos e Montenegro, a linha foi erradicada em 1963, substituída por uma variante; para a frente, existem trilhos ainda em alguns pedaços, mas oficialmente a ferrovia a partir de Montenegro foi extinta em 1994 pela RFFSA.
 
A ESTAÇÃO: A estação original de Porto Alegre foi inaugurada em 1874 para atender à linha Porto Alegre-São Leopoldo, aberta nesse ano.

Demolida em 1910, foi substituída no mesmo ano pela estação aqui chamada de Porto Alegre-velha e apelidada de Castelinho. (nota: J. R. de Souza Dias dá essa data, erroneamente, como sendo em 1929).

A estação que a substituiu, a terceira, foi inaugurada em 14 de abril de 1970, na rua Voluntários da Pátria, 1358. A foto mostrada de 1972 com o Minuano, abaixo, já mostra a plataforma da terceira estação - ver mais abaixo no texto.

A partir da desativação do Castelinho, os trens para Uruguaiana e os de subúrbio para São Leopoldo passaram a partir de uma estação um pouco mais adiante, construída num prédio da RFFSA entre as avenidas Castelo Branco e a rua Voluntários da Pátria, perto da esquina da rua Garibaldi. Isso, até a inauguração da linha da TRENSURB.

Em 10/03/1983,
quando esta terceira estação também foi desativada, os trens passaram a sair de Diretor Pestana, quase em Canoas e próxima ao aeroporto e na entrada da cidade para quem vem do interior do Estado. Aloyzio Achutti, em um artigo de 1996 no jornal Zero Hora, afirma que viu desativar a Ildefonso Pinto, "junto ao mercado", (nota: veja-se aqui alguma confusão entre as estações de Ildefonso Pinto e de Porto Alegre) e, a seguir, "empurraram-na, roubando-lhe adornos dos tempos gloriosos", para um pouco mais adiante, na rua Voluntários da Pátria, e, "mais tarde" (1984) a viagem do trem para Santa Maria parava em Diretor Pestana.

A terceira estação não foi demolida; apenas teve suas plataformas removidas. O prédio está praticamente como era, mas não sei seu uso atual. Sobraram também junto ao local alguns pequenos galpões.

(Veja também ILDEFONSO PINTO; PORTO ALEGRE-ORIGINAL e PORTO ALEGRE-VELHA)

ACIMA: O trem Minuano na plataforma da 3a estação de Porto Alegre, pouco depois da inauguração; a legenda dizia que "esta é a uma plataforma da nova e moderna estação de Porto Alegre. Partem daí trens para Uruguaiana, Santa Rosa e General Câmara" (Revista Correio dos Ferroviários, 1972). ABAIXO: Trem da RFFSA na terceira estação de Porto Alegre, provavelmente no final dos anos 1970 (Autor desconhecido).

TRENS - De acordo com os guias de horários, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1970 a 1979. Alguns horários registrados: (1948) 10:49, 19:51 e 13:44 para Juazeiro; 17:08, 4:44 e 10:15 para São Francisco.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Alcindo Costa; Coaraci Camargo; Ivanhoé Freitas; Germano Oscar Moehlecke; Guilherme Citolin; Wanderley Duck; Acervo Carlos Cornejo e Eduardo Gerodetti; Zero Hora, Porto Alegre, 18/02/1996 E 2006; Correio do Povo, 1909; Revista Ferroviária, 08/2000; J. R. Souza Dias: Caminhos de Ferro do Rio Grande do Sul, 1987; Attila do Amaral: Primórdios e Desenvolvimento do Transporte Ferroviário do Rio Grande do Sul, 1970; Brazil Railway Co: Molitor Report, 1915; Correio dos Ferroviários, 1972; Guias Levi, 1940-81; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Na foto de 1979, à direita, o pátio da estação de Porto Alegre. Acervo Alcindo Costa e Guilherme Citolin

Pátio da estação de Porto Alegre em 1983; ao fundo o rio Guaiba. Ainda se viam composições de passageiros com diversos carros parados no pátio. Acervo Alcindo Costa e Guilherme Citolin

Na estação de Porto Alegre, um ano antes de fechar e mudar para Diretor Pestana, o trem húngaro espera para partir para Uruguaiana. Acervo Alcindo Costa e Guilherme Citolin

Prédio que abrigava a teerceira estação, foto de 7/2/2016. Foto Vitor Hugo Langaro
   
     
Atualização: 20.02.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.