A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Amparo
Três Pontes
Reversão
...

ramal de Amparo-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1998
...

 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1890-1966)
TRÊS PONTES
Município de Amparo, SP
Ramal de Amparo - km 37,459   SP-2938
Altitude: 685 m   Inauguração: 02.03.1890
Uso atual: posto de saúde (2015)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA:O ramal de Amparo foi o primeiro dos ramais construído pela Mogiana, em novembro de 1875, ligando Jaguary (Jaguariúna) a Amparo. Em 1890, a Companhia prolongou o ramal até Monte Alegre. Quando em 1945 a Mogiana alterou o traçado da linha em Jaguariúna, o ramal continuou partindo da estação nova, em local diferente da original. Em 1965, o tráfego de trens foi suprimido entre Amparo e Monte Alegre, e, em 1967, o que sobrou do ramal também foi extinto. Os trilhos foram retirados não muito depois. Ao contrário de outras linhas, neste ramal todos os edifícios das estações sobrevivem até hoje.
 
A ESTAÇÃO: Aberta no mesmo dia da inauguração do prolongamento do ramal de Amparo até Monte Alegre, Três Pontes era a estação de um bairro rural na divisa de Amparo com Monte Alegre. Tem esse nome porque na parte baixa da vila existiam três

TRENS - Os trens de passageiros pararam nesta estação de 1890 a 1966. Na foto à esquerda, o trem do ramal está possivelmente próximo a Pedreira. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em 1964 (Guias Levi).
pontes juntas, formando um triângulo, e a estação fica a cerca de 500 metros desse ponto. Em 16/9/1966, foi definitivamente fechada, no mesmo dia que o trecho Amparo-Monte Alegre (*RM-1966). Em 2015 era um posto de saúde, estando bastante desfigurada, mas em bom estado de conservação. A posição desta estação na cidade é bem curiosa: certamente, em volta do prédio foram feitos aterros depois que a linha foi retirada - o que deve ter ocorrido logo após o fechamento da estação em 1967.
ACIMA: Parece que as "três pontes" desapareceram em 1960 (Folha de S. Paulo, 4/12/1960). ABAIXO: A supressão de duas partes de dois ramais e de um ramal inteiro acabou com o tráfego de trens de passageiros e cargueiros ao mesmo tempo em 16/9/1966 em diversas estações, incluindo Três Pontes (O Estado de S. Paulo, 31/8/1966).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Cia. Mogiana: Álbum, 1910; O Estado de S. Paulo, 1966; Cia. Mogiana: relatórios oficiais, 1900-69; Cia. Mogiana: listagem oficial de estações, 1937; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação, por volta de 1910. Autor desconhecido

No pátio da estação de Três Pontes, a locomotiva a vapor, c. 1950. Autor desconhecido

A estação de Três Pontes em 16/10/1998. Foto Ralph Giesbrecht

A estação de Três Pontes em 16/10/1998. Foto Ralph Giesbrecht
   
     
Atualização: 14.07.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.